Médica que descobriu a ‘vacina contra o coronavírus’ terá o direito de exercer a medicina cassado

Por: Ivan Rodrigues

15 de Abril de 2020 às 07h30

Redação

Isabella Abdalla ficou conhecida nacionalmente ao postar vídeos de mulheres grávidas recebendo injeção e dizendo que “ficariam imunes ao coronavírus”

A médica pós-graduada em nutrologia, Isabella Abdalla, já teve o exercício da profissão suspenso pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) depois que relacionou um soro de aplicação endovenosa com a imunização contra o coronavírus.

Isabella começou a ser investigada no dia 16 de março, após postar em redes sociais um vídeo de mulheres grávidas recebendo a injeção da imunização e dizendo que “vão ficar imunes ao corona”. Apenas um coquetel de vitaminas e antioxidantes.

O Ministério Público (MPSP) participou da apuração do vídeo para qualificação como ‘propaganda enganosa’.

O advogado Ricardo Palova da médica, juntamente com a justiça estabeleceram um acordo em que a ré se comprometeu a pagar R$ 18 mil em indenização.

Ela estava causando prejuízos inimagináveis à saúde e até mesmo podendo levar à morte essas mulheres com falsa informação de imunização. Estamos diante de um crime gravíssimo neste período de pandemia, finaliza o médico do Conselho Federal de Medicina de SP, Drº Luiz Felipe

Infração de medida sanitária

Art. 268 – Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa:

Pena – detenção, de um mês a um ano, e multa.

Parágrafo único – A pena é aumentada de um terço, se o agente é funcionário da saúde pública ou exerce a profissão de médico, farmacêutico, dentista ou enfermeiro.

Comentários

  • Fernanda Saldanha - Ginecologia e Obstetrícia - CRM: 137765 disse:

    Assim, apoio! Não podemos tolerar esses que manchão a nome, o respeito e a dignidade da medicina.

  • Dr Fernanda Lima Ferreira - CRM: 161942 cardiologista disse:

    Que fique registrado para a sociedade que isso não é medicina. Rechaçamos qualquer prática que atentam contra vidas e venham a enganar e desinformar os pacientes.

  • DR EDUARDO ABDALLA SAAD disse:

    TEMOS QUE COMBATER ESSAS PRÁTICAS NO MEIO DA MEDICINA.

  • Luiz Henrique Dutra disse:

    Falei para minha mulher que essa médica não passava de uma fraude com essa história de imunização. Toma, Raquel!!! Vê se pelo menos recebi nosso dinheiro que ela terá que pagar. Como as mulheres caem em qualquer falácia. Ainda queria que eu fosse!

  • Dr° Thiago Coelho CRM GO disse:

    Como médico apoio a cassação mais que justificada na defesa de minhas pacientes contra profissionais dessa natureza.