Oprah Winfrey é vítima de racismo na Suíça

Por: Ivan Rodrigues

SÃO PAULO – Oprah Winfrey afirmou ter sido vítima de preconceito em uma butique de luxo em Zurique, na Suíça.
Em entrevista ao apresentador Larry King, a rainha dos talk-shows contou que uma vendedora negou-se a lhe mostrar uma bolsa, afirmando que o acessório ‘era caro demais para ela’. A vendedora ainda explicou que o artigo havia sido criado exclusivamente para a atriz Jennifer Aniston.

Detentora de uma fortuna avaliada em US$ 2,8 bilhões (em torno de R$ 6,6 bi), segundo a revista Forbes, Oprah afirmou ter sentido vontade de comprar a loja toda ao som do tema de ‘Uma Linda Mulher’. A apresentadora apenas desistiu da ideia ao se lembrar que a vendedora iria receber comissão sobre as vendas.

Para Trudie Gotz, proprietária da cadeia de butiques de luxo Trois Pommes, no entanto, tudo não passou de um mal-entendido. ‘Minha vendedora é muito gentil. Ela explicou que se tratava de uma bolsa de 35.000 francos e que poderia mostrar modelos mais baratos’, afirmou.

Fonte: FAMOSIDADES

Comentários