Homem de 49 anos não tinha ideia da existência de mulheres nem do que era sexo

Por: Redação

Ho Van Lang, 49, passou 41 anos na selva. Crédito: Docastaway

UM HOMEM que foi introduzido na sociedade depois de ser criado por seu pai na selva não tinha ideia da existência de mulheres nem do que era sexo.

Ho Van Lang, 49, e seu pai Ho Van Thanh, passaram 41 anos morando em uma floresta densa no distrito de Tay Tra, na província de Quang Ngai, após fugir da guerra do Vietnã.

Pai e filho construíram casas na árvore, vestiam tangas feitas de casca de árvore e caçaram ratos para o jantar.

Eles não tiveram contato com nenhum outro ser humano ou com o mundo moderno por quatro décadas.

Thanh, um veterano do exército, decidiu fugir de sua pequena vila em 1972 com seu filho Lang, então com dois anos, depois que uma bomba nos Estados Unidos matou sua esposa e dois outros filhos.

Eles foram descobertos por habitantes locais em 2013 e foram lentamente se adaptando à civilização – eles agora vivem em uma casa perto da selva.

Em 2015, Alvaro Cerezo, diretor administrativo da Docastaway – que oferece férias em partes remotas e desabitadas do mundo – se reuniu com Lang.

Ele queria perguntar sobre técnicas de sobrevivência, mas eles acabaram passando cinco dias juntos morando na selva onde ele havia crescido.

Ele disse que Lang se esforçou “para distinguir entre homens e mulheres” e que ainda não sabia “a diferença essencial entre eles”.

“Posso confirmar que Lang nunca teve o desejo sexual mínimo e seu instinto reprodutivo nunca mostrou-se em sua cabeça em nenhuma de suas muitas facetas”, acrescentou Cerezo.

A dieta de Lang e Thanh consistia em frutas, vegetais, mel e uma variedade de carnes, incluindo macacos, ratos, cobras, lagartos, sapos, morcegos, pássaros e peixes.

“Enquanto estava com ele na selva, vi-o comer morcegos como se fossem azeitonas.

Crédito: Docastaway
Lang foi descoberto usando uma tanga. Crédito: AFP

“Ele usava cabeças e vísceras de ratos”.

A dupla sempre mantinha uma fogueira acesa e confeccionava ferramentas, talheres e utensílios de cozinha com materiais que encontravam na floresta.

A vida estava indo bem para Lang até que a saúde de seu pai começou a piorar.

“Devido ao fraco estado mental de seu pai, Lang viveu os últimos anos cheio de estresse e ansiedade, ficando acordado a noite toda para o caso de seu pai cair no nada”, disse ele.

Ho Van Thanh fugiu para a selva durante a guerra do Vietnã. Crédito: Docastaway

Quando os dois foram encontrados, Lang foi levado para uma aldeia em um carro e foi surpreendido por todas as invenções modernas que testemunhou.

“À noite, ele ficava completamente maravilhado com a luz que vinha das lâmpadas.

“Lang disse-nos que poder desfrutar da luz durante a noite foi algo extraordinário”, disse Cerezo.

“E logo depois disso ele viu uma televisão pela primeira vez na vida, algo que seu pai também lhe contara quando era jovem.

Ele está se acostumando com a nova tecnologia. Crédito: Docastaway
Ele vive em uma vila moderna desde 2013. Crédito: AFP

“Ele sabia, portanto, que as pessoas que apareciam nele não estavam ‘dentro’ da caixa.”

Lang agora passa seu tempo em uma vila moderna, mas ainda não conhece as regras sociais.

Cerezo disse: “Seu senso de humor é como o de um bebê, copiando gestos faciais ou reagindo às escondidas e isso contribui para tornar Lang uma pessoa muito cativante.”

Tri, irmão de Lang, descrito como um “bebê no corpo de um homem”.

“Lang não entende muitos conceitos sociais básicos”, disse ele. “Lang passou toda a sua vida na selva.

“Se eu pedisse a Lang para bater em alguém, ele o faria severamente. Ele não sabe a diferença entre o bem e o mal.

“Lang é apenas uma criança. Ele não sabe de nada. A maioria das pessoas sabe o que é bom ou ruim na vida, mas meu irmão não.”

Thanh aparentemente luta com “uma profunda fobia de retornar [à vida normal], pois ele não acreditava que a Guerra do Vietnã havia acabado” e espera voltar para a selva um dia.

Com informação do The Sun

Comentários