Obrigado a todos vocês que ajudaram o Brasil virar epicentro da Covid-19!

Por: Ivan Rodrigues

A pandemia completa exatamente um ano nesta quinta (11) com 270.656 mortos no Brasil e 2.621.944 no mundo.

Esta data não poderia passar em branco, pois muitos contribuíram e têm contribuído para muitas mortes diárias. No Distrito Federal, chegamos a marca de 5.027 mortos com 100% das UTIs ocupadas e centenas de pessoas que buscam junto à justiça conseguirem leitos de cuidados intensivos para seus entes queridos.

O Governo do Distrito Federal (GDF) publicou o Decreto Nº 41.882/2021, que declara Estado de calamidade pública no âmbito da saúde. Está adaptando a construção de três hospitais de campanha, abriu processo seletivo para contratação de profissionais de saúde aposentados e ampliou a carga horária de seus servidores para reforçar o atendimento.

“A gente busca com esse decreto declarar o que realmente está existindo: nós estamos em um momento de calamidade na saúde do DF. Temos a necessidade de aquisição de insumos que não podem faltar e sabemos que há uma busca desses insumos por todos os estados. Temos a necessidade de contratação, como é a dos três hospitais de campanha. Nós precisamos equipar esses hospitais e colocar insumos, e, por isso, o decreto de calamidade nos ajuda muito”, ressaltou o governador Ibaneis Rocha.

Mas a persistência de fatores que vão em sentido contrário ao isolamento social, dificuldade de vacinação em massa e testagem com rastreamento têm demonstrado que estamos perdendo, mesmo sendo 212 milhões para 1 vírus.

“Enquanto uns se dedicam a salvar vidas, outros são indiferentes.”