Lula afirma rever privatização proposta por Bolsonaro

Por: Redação

Lula com a presidenta nacional de seu partido, Gleisi Hoffmann

Depois de seu primeiro discurso após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin que anulou as suas condenações, o ex-presidente Lula (PT), em almoço com a presidenta nacional de seu partido, Gleisi Hoffmann, o ex-candidato à presidência Fernando Haddad em 2018, e a ex-presidenta Dilma Rousseff, afirmou (candidatíssimo) que irá reverter as privatizações de estatais, assim propostas por Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro juntamento com os ministros Paulo Guedes (Economia) e Fábio Faria (Comunicações) entregou no dia (24/02) ao Congresso Nacional o projeto de lei que abre caminho para a privatização de várias estatais.

Empresas da União

Estatal-mãe: são as empresas de controle direto da União com as suas respectivas subsidiárias que são ligadas diretamente a uma que pode ser a Petrobras, Eletrobras, Correios, Caixa ou BNDES, Banco do Brasil.

Levantamento feito pelo ministério da Economia, a pedido do ministro Paulo Guedes, demonstra que o governo tem 209 estatais, mas, dados disponíveis, também do governo federal apontam para 203 empresas estatais.

Comentários