Mutirão da Vasectomia | Veja os documentos necessários

POR IVAN RODRIGUES – S&DS

Brasília – 15 de Agosto de 2020 – 09:13

Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

O objetivo do site Saúde & Direitos Sociais é auxiliar os milhares de homens e suas esposas na facilitação do procedimento de vasectomia.

Muitos homens me perguntam como foi da minha realização do procedimento, há mais de 18 anos, quando do nascimento do meu último filho Samuel.

Posso dizer que foi a coisa mais simples em uma comparação a extração de dente que achei muito mais dolorida.

Confesso, irresponsavelmente, após a realização da vasectomia, no outro dia, já estava ajudando na reforma do meu apartamento. Consequência – alguns dos pontos abriram – o que me levou a voltar ao médico, que, apenas disse: “Não é grave, apenas faça o descanso de cinco dias e não há necessidade de novos pontos”.

Por fim, nada como a liberdade sexual de um casal, lógico; com extrema responsabilidade por parte do sexo masculino, pós vasectomia, que não o previne de doenças sexuais como HIV/AIDS.

Palestra de Planejamento Reprodutivo

Será ministrada na Unidade Básica de Saúde ou Clínica da Família mais próxima a sua residência.

ATA DE CONFERÊNCIA MÉDICA

“…conhecimento pelo paciente das opções anticoncepcionais reversíveis, risco da cirurgia, possíveis efeitos colaterais, dificuldades de reversão e possibilidade de reversão espontânea”.

TERMO DE CONSENTIMENTO INFORMADO

Vasectomia e laqueadura

O termo de consentimento informado é um documento que possibilita ao paciente a manifestação expressa de sua vontade em consentir com a realização de determinado procedimento, após todos os esclarecimentos prestados pelo médico, assegurando-lhe o direito de decisão quanto ao tratamento proposto pelo profissional.

Documentos necessários

A vasectomia é oferecida em serviços públicos e também por meio dos convênios médicos, tem baixo índice de complicações e custa menos do que uma laqueadura.

Assim como atualmente sou – um homem estéril -, a vasectomia não interfere na produção de hormônios masculinos e nem no desempenho sexual.

O procedimento é muito simples e oferece menos risco em relação à laqueadura nas mulheres. O procedimento é realizada com uma ou duas pequenas incisões no escroto para cortar os ductos deferentes por onde passam os espermatozóides. O homem continua ejaculando mormalmente, produzindo líquido seminal e secreção prostática, só que sem a presença de espermatozóides.

A vasectomia, assim como a laqueadura, não representa [100%] de eficácia, podendo haver pouquíssimos casos de recanalização espontânea dos ductos deferentes, que poderá permitir a passagem de espermatozóides provocando a gravidez. Nas mulheres é muito raro, mas pode acontecer a recanalização das trompas.

Em média, a cirurgia dura 30 minutos e o paciente é liberado para ir para casa e ficar em repouso.

Em tempo. A secretaria de Saúde do DF planeja um grande mutirão. Então, comece a planejar e discutir com seu cônjuge o método que melhor os convier (vasectomia ou laqueadura).

8 Comentários

Leave a Comment