Deputada Federal do PT afirma que medicação desenvolvida em Cuba está ajudando a China a enfrentar o Coronavírus, especialistas discordam de tal evidência

07 de Fevereiro de 2020

Por Ivan Rodrigues



A deputada federal Erika Kokay (PT-DF), publicou em seu Twitter que uma indústria de biotecnologia de Cuba, desenvolveu a medicação – Interferon Alfa – que está ajudando a China a enfrentar o Coronavírus.

Especialistas ouvidos pelo site não veem evidências sobre o post da parlamentar, afirmando que o uso do Interferon Alfa tem ajudado no tratamento do vírus.

Isso não tem evidências comprovadas para tal afirmação,afirmou o médico Allan Duailibe, cardiologista da SES-DF, com habilidades em neuroendocrinologia, neurofisiologia, neurologia e psiquiatria.

Outro médico que também não vê base científica comprovada é o renomado professor e pneumologista da SES-DF, Dr Paulo Feitosa.

Não vejo nenhuma razão, nenhuma evidência para isso. O vírus tem uma infectividade menor do que o vírus H1N1. Com mortalidade muito menor. Aí tem mais alarde do que qualquer coisa. Não conheço nenhuma evidência da medicação – Interferon Alfa – no tratamento do vírus, apesar dele ser usado para tratar algumas infecções virais, finaliza Feitosa.

O site consultou a SES-DF – Secretaria de Saúde do DF, sobre o estoque do medicamento – Interferon Alfa – em sua farmácia central.

A Secretaria de Saúde informa que está em andamento processo de compra da Alfainterferona 2B injetável de 5.000.000 unidades. A pasta esclarece que o desabastecimento ocorreu porque, apesar de adotadas todas as medidas para evitar a falha no fornecimento, ocorreu deserto na licitação. Nova licitação foi iniciada para reabastecimento o mais rapidamente possível.

Fake News – Coronavírus

O site não conseguiu contato com a deputada Erika Kokay até o fechamento de pauta para mais esclarecimentos.

Leave a Comment