Opinião | Não deixe o socialismo morrer, Não deixe o socialismo acabar

17 de Setembro de 2019 – Redação

Câmara Legislativa

Os deputados distritais Roosevelt Vilela do Partido Socialista Brasileiro (PSB), e o empresário e deputado José Gomes, também do Partido Socialista Brasileiro (PSB), têm a árdua missão de defender as ideias socialistas de seu partido na Câmara Legislativa do Distrito Federal, perante os brasilienses cada vez mais avessos às ideias do socialismo no mundo.

O socialismo é uma etapa para se chegar ao comunismo, segundo a teoria marxista.

Os esquerdistas terão que aprender que a direita e a extrema direita estarão presentes ainda mais no cotidiano no Distrito Federal.

Se observarmos a atual composição da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), dos 24 deputados, apenas 08 carregam as ideias do marxismo em seus partidos. Além dos citados acima, Chico Vigilante, Partido dos Trabalhadores (PT); Cláudio Abrantes, Partido Democrático Trabalhista (PDT); Professor Reginaldo Veras, Partido Democrático Trabalhista (PDT); Arlete Sampaio, Partido dos Trabalhadores (PT), Fábio Félix, Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e Leandro Grass da Rede Sustentabilidade (Rede) são críticos da ideologia de direita.

GALERIA DOS GOVERNADORES

A sociedade comunista, justa e harmônica, idealizada por Marx, não foi alcançada no Distrito Federal, embora, a mesma já tivera três governadores de esquerda com discursos socialista, em, que, a sociedade controlaria a produção e a distribuição dos bens em sistema de igualdade e cooperação: CRISTOVAM BUARQUE (PT),  eleito (1995 – 1999); AGNELO QUEIROZ (PT), eleito (2011 – 2015) e RODRIGO ROLLEMBERG (PSB), eleito (2015 – 2018). Nenhum dos citados foram reeleitos.     

Leave a Comment