COVID-19 | Recusou a vacinação e morreu seis dias após ser contaminado

Por: Redação

Enquanto milhares esperam ansiosamente, sua vez para serem vacinados, alguns por extrema politização da pandemia, assumem a postura da teoria conspiratória contra a vacinação.

A.R, de 59 anos, que há dois meses, recusou a ser vacinado em razão do imunizante ser o CoronaVac, morreu ontem, no HRAN, por causa da Covid-19, seis dias após começar a sentir os sintomas graves da doença, conforme relatou para o amigo que o conduziu ao hospital.

A.R resolveu pedir ajuda para o amigo de igreja que é profissional de saúde, ontem (13), após o agravamento de seu quadro. O profissional, que é enfermeiro, pediu anonimato sobre seu nome e de sua igreja, falou com o portal S&DS.

“Nos conhecemos na igreja há mais de 12 anos, um cara extremamente cristão, comprometido em ajudar ao próximo, que veio da Bahia jovem tentar a vida aqui em Brasília.” 

Ontem, por volta de 13 horas, A.R enviou uma mensagem para o amigo pedindo ajuda que só veio a visualizá-la uma hora depois.

“Estava almoçando neste horário, não tive como socorrê-lo antes. Ao visualizar a mensagem fiquei pasmo, pedi que ele me enviasse o endereço, comuniquei minha esposa, deixei-a em casa e segui para o apartamento dele. Chegando lá, vi um homem bastante debilitado com muita dificuldade respiratória. Imediatamente, peguei-o e nos direcionamos para o hospital.”


De acordo com o profissional, A.R falou no caminho para o hospital que se recusou a tomar a vacina, dois meses antes, por ser a vacina da China (CoronaVac).

“Ele começou há algum tempo com a fala conspiratória por parte da China, nacionalismo, comunismo, mistura de religião com política, coisas deste gênero. Eu o ouvia por educação e amizade, mas nunca tive interesse nessas coisas pois o caminho e vida do cristão não passa por esta discussão. O reino de Deus não está neste mundo.”

Na madrugada deste domingo (14), o enfermeiro recebeu a informação de outro profissional comunicando o óbito do amigo por Covid.

Comentários

  • Bruno Lima disse:

    Bom dia. Tive Covid há seis meses, e, a parti daí, não tenho conseguido manter relações sexuais com minha companheira. Tenho 33 anos e minha esposa também é jovem. Teriam um urologista de extrema confiança, renomado para me indicarem? Parabéns ao site pelo trabalho de vocês.

    1. Em meu estágio de formação tive a honra de passar pela Unidade de urologia do Hospital Regional do Gama (HRG), onde conheci o médico urologista Bruno Mestrinho. Então, nossa recomendação, dentro de sua solicitação, é a marcação de consulta com o referido profissional. Além de atender pelo SUS, também atende nas clínicas: Uromaster – WhatsApp (61) 9355-1737 e Urogama – WhatsApp (61) 9581-4631. Esperamos ter ajudado!

  • Juliane disse:

    Que coisas mais triste! Temos que acreditar na ciência.