Já estamos atendendo – UBS no Jardins Mangueiral Praça de Atividades 2 foi inaugurada por Ibaneis Rocha

Por: Redação

Uma antiga solicitação dos moradores do Jardins Mangueiral foi inaugurada nesta sexta (14) pelo governador Ibaneis Rocha (MDB).

Foram R$ 2,9 milhões investidos na construção da Unidade Básica de Saúde (UBS) nº 1, localizada na Praça de Atividades 2, que vai atender cerca de 20 mil usuários do Sistema Único de Saúde da região.

São 25 salas, entre consultórios, espaço para coleta, medicação, triagem e vacinação, com previsão de cinco equipes de Saúde da Família completas (médico generalista ou especialista em saúde da família ou médico de família e comunidade, enfermeiro generalista ou especialista em saúde da família, auxiliar ou técnico de enfermagem e ACS – agentes comunitários de saúde).

Terá também odontólogos e profissionais que atenderão crianças, gestantes, hipertensos e diabéticos.

Ibaneis agradeceu aos órgãos do poder Executivo local e aos parlamentares presentes pelo trabalho integrado. “Fizeram um condomínio lindíssimo aqui, mas esqueceram que as pessoas precisam de infraestrutura, de saúde, de educação, de creche, de atenção”, disse ao destacar a importância da UBS para a comunidade local.

“A UBS que está sendo entregue hoje era uma reivindicação muito antiga da comunidade. Tenho certeza que vai melhorar a qualidade de vida das pessoas”.

O governador lembrou ainda de um série de obras de infraestrutura que estão sendo tocadas naquela região. “Estamos preparando dois viadutos para aliviar o trânsito e o sofrimento dessa população, além do asfaltamento da DF-140 – pista que estava abandonada”, destacou. “Somos um governo que faz entrega e melhora a vida da população”.

“Também vamos construir a feira do Jardim Botânico, muito esperado por todos os moradores da região. O projeto está pronto na Novacap [Companhia Urbanizadora da Nova Capital] e será licitado até o segundo semestre”, afirmou Ibaneis.

A secretária adjunta de Assistência à Saúde, Raquel Beviláqua, ressaltou o trabalho árduo para a entrega da UBS. “Essa é a trigésima segunda unidade de saúde da região Leste, que contempla Paranoá, São Sebastião, Jardim Botânico e Itapoã. É uma comunidade vulnerável e que precisava há algum tempo desse tipo de atenção especial voltada para saúde”, comentou.

Segundo o presidente da Novacap– responsável pela construção da obra – , Fernando Leite, lembrou que o governo se prepara para entregar mais cinco UBSs (confira abaixo). “Essa é a política da nossa gestão: levar equipamentos públicos para todo o Distrito Federal, especialmente para aquelas áreas que ainda não tem”, afirmou.

O presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), Rafael Prudente, agradeceu ao governo local pela inauguração da unidade de saúde. “Um dos principais pedidos dos moradores era a construção de equipamentos públicos. O governador determinou a construção de mais quatro escolas. Também fazemos nossa parte destinando emendas parlamentares. É um esforço em conjunto”, reforçou.

Também participaram do evento o secretário José Humberto (Governo); os administradores Alan Valim (São Sebastião) e Antônio de Pádua (Jardim Botânico); os deputados distritais Jorge Viana, Daniel Donizete e Júlia Lucy e a deputada federal Celina Leão.

O atendimento começou logo após a inauguração da unidade de saúde. Dona Maria das Graças da Silva, 70 anos, não perdeu tempo e foi se vacinar contra a gripe. “Já estou imunizada contra a covid-19”, disse. “Minha vizinha me avisou e vim logo cedo. Dá pra vir a pé da minha casa. É prático e rápido, estávamos esperando por isso há muito tempo”, comemorou a aposentada.

Nas unidades básicas de saúde, são oferecidos desde exames, consultas e acompanhamentos médicos até a entrega de medicamentos, a troca de curativos e a aplicação de vacinas. O serviço serve também para desafogar a procura dos doentes pelos hospitais, já que trata de casos simples e preventivos, e faz a primeira abordagem de pacientes com sintomas de covid-19.

No DF, as UBSs funcionam de segunda a sexta-feira em horários diferentes, a depender das unidades, mas comumente em horário comercial. Esses espaços estão disponíveis para o público nas faixas das 7h às 17h, das 7h às 19h e das 7h às 22h – este último caso é chamado de horário estendido.

Outras Unidades Básicas de Saúde estão em construção no Riacho Fundo II, com 97% das obras executadas; Ceilândia (85%); Paranoá Parque (79%); Planaltina (50%) e Sobradinho II (49%). No ano passado, o governo local também entregou uma unidade em Samambaia e no Recanto das Emas.

Outras 16 UBSs estão em fase final da elaboração de projetos complementares para que sejam licitadas. Os investimentos na Atenção Primária ainda envolvem a convocação e nomeação de médicos e enfermeiros de família e comunidade, a contratação de agentes comunitários de saúde e a alocação deles nos territórios.

Ana Luiza Vinhote, da Agência Brasília I Edição: Carolina Jardon

Comentários