Metroviários decretam greve em plena pandemia e população pede a privatização do Metrô-DF

Por: Ivan Rodrigues

Metrô-DF

A greve por tempo indeterminado no Metrô-DF, decretada em assembleia geral na madrugada desta segunda-feira (19), causou indignação e revolta na população que precisa trabalhar para levar o sustento para dentro de seus lares, agora, com maior risco da contaminação pela Covid-19 pois precisam ir em ônibus lotados.

O motivo da greve segundo o Sindicato dos Metroviários foi a falta de pagamento do auxílio-alimentação do mês de abril.

Renata Campos, diretora do SindMetrô, alegou ainda sem mostrar documentos, que o governo quer cortar o plano de saúde dos metroviários.

Os servidores do Metrô-DF, causaram a irá e revolta em mais de 200 mil passageiros que usam o transporte diariamente para se locomoverem, principalmente para irem trabalhar.

População quer a Privatização do Mêtro-DF

Nas redes sociais, o sentimento é que já deveria ter sido privatizado o Mêtro de Brasília, com fortes cobranças ao governador Ibaneis Rocha (MDB) para isso.

“Tem privatiza logo… Ganha bem pra pouco serviço, a extensão da linha de Brasília é meno do Brasil, ainda faz essas palhaçadas pra prejudicar população, Jorge Augusto Alves.

“Máquina pública sempre vai querer mais mais….. Privativa isso” Rodrigo Lima

“Só privatizar, esse metrô faz greve todo ano,” Manoel Costamendes.

“Todo ano eles fazem essa greve ,enfim não é nem surpresa.A população que se lasque de novo,” Cris Nascimento

Serviços deficientes, histórico de prejuízos mais a vontade de quem paga por esses serviços, não deixam outra alternativa ao governo do DF, a não ser privatizar para melhorar os serviços.