Amazonenses não estão Garantidos e nem o governo foi Caprichoso no combate a Covid-19

Por: Ivan Rodrigues

Chora Garantido e Caprichoso seus mortos

Sem levarem a sério a pandemia do novo Coronavírus (Sars-CoV-2), os Amazonenses são acometidos pela segunda vez – a segunda onda da Covid-19, com aumento acelerado de internações e óbitos em Manaus e regiões.

O prefeito de Manaus, David Almeida, mandou construir 22 mil sepulturas verticais no Cemitério do Tarumã nos próximos dias, segundo informou em entrevista a uma emissora de TV local, nesta sexta-feira.

Rafael Araújo, conhecido como Rafael Marupiara, morreu na noite desta quinta-feira (7/1), em Manaus, vítima da covid-19. Compositor do folclórico Boi Garantido

Com a total falta de ofertas de vacinas, desrespeitos às medidas preventivas e a falta de políticas pesadas de enfrentamento ao vírus, os de Garantido e de Caprichoso amargam dias duros e difíceis que serão lembrados, não como mito ou lenda cantada pelos bois, mais sim, numa canção que lembrará a realidade sofrida pelo povo amazonense, que as gerações futuras tenham consciência fazendo homenagem ao povo guerreiro do Amazonas.

Comentários