300 vagas na Escola Técnica de Brazlândia: técnicos em enfermagem e informática, operador de computador e cuidador infantil

Por: Redação

Inscrições vão de 6 a 20 de janeiro. Unidade custou R$ 14 milhões aos cofres públicos e obras geraram 200 empregos

Ana Luiza Vinhote, da Agência Brasília | Edição: Mônica Pedroso

Moradores não precisam mais sair da RA para fazer o ensino técnico | Foto: Divulgação / Escola Técnica de Brazlândia

A Escola Técnica de Brazlândia está pronta. Com a proximidade da inauguração das instalações, foi lançado o edital do processo seletivo de alunos, com inscrições abertas de 6 a 20 de janeiro de 2021. São 340 vagas para cursos técnicos em enfermagem e informática e de formação inicial e continuada para cuidador infantil e operador de computador. O investimento para a construção do local foi de mais de R$ 14 milhões e gerou 200 oportunidades de emprego.

Na avaliação do secretário de Educação Leandro Cruz, a escola é uma grande conquista para a comunidade da cidade. “É também um importante reforço para o Novo Ensino Médio, que inclui a qualificação de nível técnico entre as opções que os estudantes terão na carga horária de livre escolha. É mais um instrumento para virarmos o jogo na educação”, ressalta o titular da pasta.

O terreno possui 12 mil metros quadrados, com uma área de 5.577,39 metros quadrados de construção. O modelo segue o padrão do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e tem capacidade para atender cerca de dois mil alunos. São doze salas de aula, oito laboratórios, biblioteca, auditório, teatro, arena, refeitório, área de convivência e administrativa, cozinha e quadra poliesportiva coberta.

Escola tem capacidade para receber 2.000 alunos | Foto: Divulgação / Escola Técnica de Brazlândia

Humberto José Lopes, coordenador da Regional de Ensino de Brazlândia, lembra que a comunidade participou ativamente das várias audiências públicas. “Também buscamos conselhos populares por meio da internet. Eles votaram on-line. Então todos os cursos que serão oferecidos foram de acordo com a necessidade da população local”, explica.

São doze salas de aula, oito laboratórios, biblioteca, auditório, teatro, arena, refeitório, área de convivência e administrativa, cozinha e quadra poliesportiva coberta

Ele também reforça que, agora, os alunos não precisarão se deslocar para estudar nas unidades de Ceilândia, Taguatinga, Plano Piloto e Sobradinho. “Muitos não têm condição de cursar uma faculdade, então a comodidade de poder estudar perto de casa será uma vantagem para eles, que terão uma formação profissional de qualidade”, afirma.

Inscrições

As inscrições gratuitas podem ser feitas pelo site da Secretaria de Educação. Poderão se inscrever aqueles que tenham concluído o ensino médio até este ano e apresentar histórico escolar ou declaração de escolaridade. Candidatos com deficiência ou transtorno do espectro autista comprovado por laudo médico no ato da matrícula têm 20% das vagas reservadas por curso e por turno. Para mais informações, acesse o edital aqui

A diretora da escola, Alessandra Alves, lembra que a unidade atenderá não só a área urbana da cidade, mas como a rural. “Além das cidades do entorno, como Águas Lindas e Padre Bernardo. Os estudantes terão novas perspectivas de formação e qualificação de jovens e toda a comunidade escolar”, comenta.