Bolsonaro faz justiça à 4.150 trabalhadores que pagavam R$ 264 mil irregularmente na CEAGESP

Por: Ivan Rodrigues

O presidente Jair Bolsonaro (SEM PARTIDO) publicou em seu Facebook, no dia 25, o vídeo em que novo presidente da CEAGESP (Cel PM/ROTA, Mello Araújo) descobriu que 4.000 carregadores eram obrigados a pagar, irregularmente, R$ 60,00 por mês para guardarem seus carrinhos.- R$ 240.000,00/mês.

Agora, Bolsonaro expôs mais outro caso de exploração de ambulantes que também trabalham com venda de café “(aproximadamente 150)” na CEAGESP.

Eles pagavam R$ 160,00 por mês para venderem café e guardar seus utensílios na área.

“Agora não pagam nada. O novo Presidente, Cel PM Mello Araújo, os isentou de qualquer taxa,” festeja Bolsonaro.

Somando as duas situações – carregadores e vendedoras de café – foram devolvidos R$ 264 mil reais para essas famílias de trabalhadores da CEAGESP.

A CEAGESP – Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo é uma empresa pública federal, sob a forma de sociedade anônima, vinculada ao Ministério da Economia e representa um importante elo na cadeia de abastecimento de produtos hortícolas.

Comentários