PSC do governador Wilson Miranda dificilmente irá alcançar vagas na Câmara Municipal de Manaus, nestas eleições

REDAÇÃO – S&DS

Brasília – 23 de Setembro de 2020 – 12:40

Saúde & Direitos Sociais - Nosso Governo - Governo do Estado do Amazonas

Enfraquecido politicamente em razão da grande rejeição entre os Amazonenses, o governador Wilson Miranda Lima (PSC), não conseguirá influenciar a nova composição da Câmara Municipal de Manaus nas eleições que, neste ano, acontecerá no dia 15 de novembro ,e, segundo turno para prefeitos está marcado para o dia 29 do mesmo mês.

O principal motivo do enfraquecimento do Partido Social Cristão (PSC) em Manaus é diretamente proporcional a quantidade de escândalos de corrupção na saúde ocorridos com o governador do Rio, Witzel (PSC – RJ). As sanções sociais serão demonstradas nas urnas

A cientista política, Raquel Arraes (UnB), acredita que os partidos políticos, nestas eleições, passarão por um grande pente fino por parte dos eleitores devido ao impacto dos escândalos políticos resvalando na imagem partidária

A política brasileira é personalista e não partidária. Mas ultimamente os partidos estão se tornando cada vez mais uma extensão da personalidade de alguns representantes carismáticos e por isso os partidos estão agregando valor vinculado ao personalismo. Por isso alguns partidos vão se sobressair como representantes de certos candidatos (uma típica sinédoque brasileira) qualificando/medindo o todo pela parte.

O Partido Social Cristão (PSC) irá lançar 62 candidatos as 41 vagas na Câmara Municipal de Manaus – CMM.

Leave a Comment