Coronavírus: Servidores preocupados querem atendimentos de pacientes em tendas ao ar livre

18 de Março de 2020

Redação Saúde & Direitos Sociais

Mesmo no meio daqueles já acostumados com meningites, hantavirose, bactérias: KPC, VER, PSEUDO, MARSA, XDR, ACINETOBACTER…a preocupação com a mistura de pacientes nas Unidades Básicas de Saúde é consenso.

Os profissionais dessas unidades entraram em contato com o site Saúde & Direitos Sociais para relatarem suas preocupações com suas saúde e dos pacientes – alegando o grande quantitativo de pacientes: grávidas, idosos, crianças, imunodeprimidos, gripados…misturados sendo atendidos em mesma sala e apenas um ou dois servidores da limpeza que não conseguem higienizar todas as salas após cada atendimento.

Esses profissionais querem fazer atendimentos em tendas, pois acreditam que seria mais seguro do ponto de vista sanitário para as duas partes – profissionais e população.

O site entrou em contato com a secretaria de Saúde do Distrito Federal para pronunciamento quanto à demanda dos profissionais. Veja abaixo a nota da pasta.

SES-DF:

As tendas não estão previstas no Plano de Contingência da SES. Não são recomendadas pela OMS e Ministério da saúde. Neste momento precisamos seguir todas as recomendações a risca. Como as orientações e medidas estão em constante processo de mudança, todas as recomendações podem ser revistas”.

1 Comentário

  • natalina disse:

    Não sei as outras pessoas, eu sou totalmente a favor destas tendas ! Melhor atender os pacientes no ar livre ,do que em locais fechados !!! Assim pondo em risco a vida do próprio profissional de saúde… Coloquem enfermeiros preparados com roupas e máscaras, o paciente não precisa nem sentar, poderá assim, ser feita a triagem em pé ,examinada pelo profissional, entre ada pelos enfermeiros auxiliares. Melhor assim do que arriscar a vida de muita gente, e a população ficar sem atendimento como gesta.

Leave a Comment