Contrato com as clínicas: Oftalmed, Clínica de Olhos João Eugênio, CBV e Hospital de Olhos do Gama vai acelerar atendimento a pacientes do SUS com catarata

Contrato com clínicas particulares permitirá exames e cirurgia a usuários da fila de regulação

26 de Julho de 2019

A Secretaria de Saúde firmou contrato com quatro clínicas particulares de Oftalmologia para atender aos pacientes com indicação para cirurgia de catarata. Inicialmente, serão oferecidas 1,6 mil vagas. Os primeiros 80 usuários da rede pública de saúde já foram atendidos na tarde desta sexta-feira (26) e devem começar a ser operados na próxima semana. No primeiro semestre deste ano, já foram realizadas 600 cirurgias de catarata. Em 2018, 400.

Uma das pacientes é Fátima Maria Martiniano, que aguardava há um ano e meio pela operação. Ela passou pela consulta com o oftalmologista especialista em catarata e já fez os exames para verificar o estado da córnea e medir as lentes. Os próximos passos serão a avaliação com anestesista e os exames pré-cirúrgicos para marcar o procedimento.

“Fiz uma consulta na unidade básica de saúde no início do ano passado. Fui encaminhada para o Hospital Regional de Ceilândia, onde avaliaram a necessidade da cirurgia. Aguardava, com ansiedade, por uma ligação e isso aconteceu”, comemorou Fátima.

O encaminhamento para a cirurgia é feito pela Central de Regulação da Secretaria de Saúde a uma das quatro clínicas contratadas. Atualmente, a fila conta com 2,5 mil pessoas aguardando e a expectativa é de que, em um ano, ela esteja zerada.

“Porém, a fila é renovável, ou seja, estão sempre entrando novos pacientes, a maioria, idosos. O serviço contratado é complementar ao oferecido pela Secretaria de Saúde, que segue atendendo aos pacientes”, explica a referência técnica distrital de Oftalmologia, Nubia Vanessa Lima.

O contrato foi firmado com as clínicas onde os atendimentos e as cirurgias serão realizados. A validade da contratação é de um ano, podendo ser prorrogável por mais 60 meses. A previsão é de que novas vagas sejam oferecidas mais para frente.

Fotos: Mariana Raphael/Saúde-DF

Leave a Comment