Chamem Donald Trump. Número de refugiados no Brasil aumentou 12% em 2016

Sem dinheiro para aluguel, alguns sírios vivem em ocupação em São Paulo. Gabriel A. l BBC Brasil

Até o final do ano passado, foram reconhecidos 9.552 refugiados de 82 nacionalidades

O número total de refugiados no País aumentou 12% em 2016, informa o relatório sobre refúgio no Brasil do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O Dia Mundial do Refugiado é lembrado nesta quarta-feira, 21 de junho.

Até o final do ano passado, foram reconhecidos 9.552 refugiados de 82 nacionalidades. Desses, 8.522 foram reconhecidos por vias tradicionais de elegibilidade, 713 chegaram ao Brasil por meio de reassentamento e a 317 foram estendidos os efeitos da condição de refugiado de algum familiar.

Os refugiados reconhecidos em 2016 são em maior parte da Síria (326), República Democrática do Congo (189), Paquistão (98), Palestina (57) e Angola (26). 

Já os pedidos de refúgio caíram 64% em 2016, em comparação com 2015, sobretudo em decorrência da diminuição das solicitações de nacionais haitianos. Os países com maior número de solicitantes de refúgio no Brasil em 2016 foram Venezuela (3.375), Cuba (1.370), Angola (1.353), Haiti (646) e Síria (391).

Venezuela

De acordo com o relatório, apenas no ano passado, 3.375 venezuelanos solicitaram refúgio no Brasil, cerca de 33% das solicitações registradas no País. Em 2015 foram contabilizados 829 pedidos de refúgio de nacionais venezuelanos.

Em 2017, o Conselho Nacional de Imigração (CNIg) aprovou a Resolução Normativa nº 126, de 2/3/2017, que trata da concessão de residência temporária a cidadão de país fronteiriço, com o objetivo de estabelecer políticas migratórias que garantam o respeito integral aos direitos humanos dos migrantes e seu pleno acesso à justiça, à educação e à saúde.

Nova legislação

A nova Lei de Migração foi sancionada em maio de 2017 e entrará em vigor em novembro deste ano. Ela garante ao migrante, em condição de igualdade com os nacionais, a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade.

Também institui o visto temporário para acolhida humanitária, a ser concedido ao apátrida ou ao nacional de país que, entre outras possibilidades, encontre-se em situação de grave e generalizada violação de direitos humanos – situação que possibilita o reconhecimento da condição de refugiado, segundo a Lei nº 9.474, art. 1º, III.

A legislação garante a proteção ao apátrida e põe o Brasil novamente na vanguarda mundial ao ter uma lei que expressamente permite a naturalização de forma mais rápida, com a finalidade de combater a apatridia no mundo.

Fonte: Ministério da Justiça e Segurança Pública

 

SERÁ A BURRICE UMA CIÊNCIA?
– Se você atravessar a fronteira da Coreia do Norte ilegalmente, será condenado a 12 anos de trabalhos forçados.
– Se você atravessar a fronteira do Irã ilegalmente, será detido sem limite de prazo.
– Se você atravessar a fronteira do Afeganistão ilegalmente, será alvejado.
– Se você atravessar a fronteira da Arábia Saudita ilegalmente, será preso.
– Se você atravessar a fronteira chinesa ilegalmente, nunca mais alguém ouvirá falar de você.
– Se você atravessar a fronteira venezuelana, será considerado um espião a serviço dos EUA e o seu destino está traçado..
– Se você atravessar a fronteira cubana ilegalmente, será colocado no paredão e fuzilado.
– Se você atravessar a fronteira americana ilegalmente, será preso e deportado para o seu país.
Mas, se você entrar por alguma fronteira do BRASIL ilegalmente..
receberá espontâneamente:
– Um abrigo
– Um trabalho
– Carta de motorista
– Cartão Cidadão (INSS) de Saúde
– Segurança Social
– Crédito Familiar
– Cartões de Crédito
– Renda de casa subsidiada pela CDHU ou empréstimo bancário para a sua compra
– Escolaridade gratuita
– Serviço Nacional de Saúde gratuito
– Se for de esquerda, chance de um emprego no governo federal
– Será enquadrado no sistema de cotas e excluirá um brasileiro
– Poderá ser um representante no Parlamento
– Poderá fundar uma igreja
– Poderá votar,
– Ou até mesmo fundar o seu próprio partido político!
– Receberá mensalmente Bolsas-ESMOLAS
E, por último, mas não menos importante:
– Poderá se manifestar nas ruas e até queimar a nossa bandeira!
Mas, se eu quiser impedí-lo, serei considerado politicamente incorreto !!!
Sem dúvida que parece irreal, mas é a mais pura verdade!
JOEL DE ARAUJO – Sociedade de Advogados

1 Comentário

  • Elias disse:

    há pela esquerda o entreguismo, aceitando qualquer pessoa mesmo sem qualificações para o trabalho o que gera diversos transtornos ou problemas ao país.
    O Presidente norte americano demonstra tentar proteger o próprio país, mas não é apoiado pela mídia esquerdista (em âmbito mundial).

    Precisamos melhorar as condições de quem já está aqui.
    Carregamos um Estado ineficiente e com interesses dúbios como no tratamento da JBS (Friboi/Minuano…)

Leave a Comment