Terapias alternativas no tratamento do câncer: ventosaterapia, acupuntura, alongamento de coluna, gua sha e autohemoterapia

Por: Ivan Rodrigues

Foto: WEIBO/@徐小婷KITTY Atriz foi diagnosticada com linfoma, tipo de câncer que afeta o sistema imunológico

Foto: WEIBO/@徐小婷KITTY
Atriz foi diagnosticada com linfoma, tipo de câncer que afeta o sistema imunológico

“Não quero que a quimioterapia me atormente e me afete a ponto de eu ficar irreconhecível, de perder todo o meu dinheiro e minha própria essência”, escreveu em seu blog a atriz chinesa Xu Ting.

A morte da jovem gerou um debate na China sobre a eficácia desse tipo de procedimento para tratar o câncer.

A atriz tornou pública sua doença em julho deste ano em sua página na rede social Weibo, com 300 mil seguidores.

Ela documentou todo o processo na internet. Constantemente, Xu publicava fotos de si mesma sendo submetida a diversas terapias, dando uma amostra dos métodos da medicina tradicional de seu país – ventosaterapia, acupuntura, alongamento de coluna e um método chamado “gua sha”, que consiste em raspar a pele para produzir pequenos hematomas.

O método chamado “gua sha”, que consiste em raspar a pele para produzir pequenos hematomas.

A ventosaterapia consiste em acender líquido inflamável dentro de copos redondos de vidro. Uma vez que a chama se apaga, forma-se um vácuo parcial no interior do copo.

A diferença entre a pressão interior e exterior acaba por gerar uma força de sucção, estimulando o fluxo sanguíneo e deixando os círculos vermelhos, que desaparecem entre três e quatro dias.

Auto-hemoterapia é uma prática terapêutica isoterápica, que consiste na extração de sangue venoso de uma pessoa, e sua reinjeção na mesma pessoa, por via intramuscular.

A atriz chinesa decidiu por fim aderir à quimioterapia, mas morreu no dia 7 de setembro, pouco depois de iniciar o tratamento, informou o jornal britânico The Guardian.

Veja a lista dos artistas/celebridades que morreram de câncer.

Comentários