Russomanno larga na frente na disputa pela prefeitura de São Paulo, deputado tem mais de 20 pontos de vantagem sobre Marta Suplicy

De acordo com o instituto Paraná Pesquisas, deputado tem mais de 20 pontos de vantagem sobre Marta Suplicy, que aparece na segunda colocação. Haddad figura em terceiro. Veja os números.

Gabriel Korossy/Ag. Câmara

Gabriel Korossy/Ag. Câmara

Campeão de votos na atual legislatura, com 1,5 milhão de votos, o deputado Celso Russomanno (PRB-SP) sai na frente na disputa pela prefeitura de São Paulo, em 2016, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (22) pelo instituto Paraná Pesquisas. Russomanno aparece com mais de 40% das intenções de voto – uma vantagem de mais 20 pontos sobre o segundo colocado – nas quatro simulações feitas pelo instituto. A segunda colocação é da senadora Marta Suplicy (SP), que tende a concorrer pelo PSB após ter rompido com o PT. Em todos os cenários, o prefeito Fernando Haddad (PT) figura na terceira posição, com cerca de quatro pontos a menos do que a ex-petista.

De acordo com o Paraná Pesquisas, Russomanno tem de 40,8% a 42,5% da preferência do eleitorado, conforme os adversários apresentados. Já Marta varia de 18,1% a 18,6%. Haddad vai de 13,8% a 14,5%. O candidato tucano mais bem colocado, nas simulações, é o deputado Bruno Covas (PSDB-SP), que alcança 8,6% das intenções de voto.

Na pesquisa espontânea, em que os nomes dos candidatos não são mostrados ao entrevistado, Haddad é o mais lembrado, com 5,2% das menções. Russomanno aparece com 3,9% e Marta, com 1,8%. Nesse cenário, 72% disseram não saber em quem votar e 12,6% responderam que não pretendem apoiar qualquer nome.

Avaliação

Diretor da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo avalia que os números indicam que PT e PSDB largam mal na corrida pela prefeitura de São Paulo. “O Haddad está mal avaliado como prefeito. Já o PSDB não aparece com nomes consistentes, já que José Serra não deve disputar a prefeitura. Bruno Covas é o mais lembrado até pelo sobrenome político forte que tem”, considera Murilo. “Mas a divisão interna no PSDB hoje é muito grande”, pondera.

Embora não tenha confirmado sua filiação ao PSB, Marta Suplicy começa bem nas pesquisas, diz o diretor do instituto. “O arranque da Marta é muito bom. O fato de ela ter mudado de partido embaralha ainda mais a disputa.”

O Paraná Pesquisas ouviu 1.054 eleitores na capital paulista entre 15 e 18 de junho. O grau de confiança do levantamento é de 95% e margem de erro estimada é de três pontos percentuais para mais ou para menos.  Em 2012, Russomanno liderou as pesquisas para a prefeitura durante boa parte da campanha, mas acabou ficando de fora do segundo turno, ao ser ultrapassado por Serra e por Haddad, que acabou eleito.

Veja abaixo os números da pesquisa:

Pesquisa estimulada

Se as eleições para prefeito da cidade de São Paulo fossem hoje e os candidatos agora fossem esses, em quem o Sr(a) votaria?

Cenário 1:

Celso Russomanno (PRB) 40,8%
Marta Suplicy (sem partido) 18,1%
Fernando Haddad (PT) 13,8%
Gabriel Chalita (PMDB) 5,6%
Andrea Matarazzo (PSDB) 5,0%
Eduardo Jorge (PV) 2,7%
Ricardo Patah (PSD) 0,4%
Nenhum 7,1%
Não sabe 6,5%

Cenário 2:

Celso Russomanno (PRB) 42,5%
Marta Suplicy (sem partido) 18,6%
Fernando Haddad (PT) 14,5%
Andrea Matarazzo (PSDB) 5,8%
Eduardo Jorge (PV) 3,2%
Ricardo Patah (PSD) 0,8%
Nenhum 7,9%
Não sabe 6,7%

Cenário 3:

Celso Russomanno (PRB) 42,4%
Marta Suplicy (sem partido) 18,5%
Fernando Haddad (PT) 14,2%
Aloysio Nunes (PSDB) 6,1%
Eduardo Jorge (PV) 3,4%
Ricardo Patah (PSD) 0,9%
Nenhum 8,2%
Não sabe 6,2%

Cenário 4:
Celso Russomanno (PRB) 41,4%
Marta Suplicy (sem partido) 18,5%
Fernando Haddad (PT) 14,4%
Bruno Covas (PSDB) 8,6%
Eduardo Jorge (PV) 3,4%
Ricardo Patah (PSD) 0,8%
Nenhum 7,2%
Não sabe 5,8%

Pesquisa espontânea:
Se as eleições para prefeito da cidade de São Paulo fossem hoje em quem o Sr(a) votaria?

Não sabe 72,0%
Ninguém 12,6%
Fernando Haddad (PT) 5,2%
Celso Russomanno (PRB) 3,9%
Marta Suplicy (sem partido) 1,8%
Paulo Maluf (PP) 0,9%
Gilberto Kassab (PSD) 0,7%
José Serra (PSDB) 0,7%
Andrea Matarazzo (PSDB) 0,3%
Ricardo Patah (PSD) 0,3%
Aloysio Nunes (PSDB) 0,2%
Eduardo Jorge (PV) 0,2%
Luiza Erundina (PSB) 0,2%
Outros nomes citados 1,2%

Pesquisa estimulada sobre candidato do PSDB:
Dentre esses candidatos do PSDB, qual deles teria mais chances de ganhar o seu voto para Prefeito da cidade de São Paulo?

Bruno Covas 18,9%
Aloysio Nunes 18,1%
Ricardo Tripoli 11,0%
Andrea Matarazzo 9,7%
João Doria 5,0%
José Aníbal 4,8%

CONGRESSO EM FOCO

 

Leave a Comment