O real motivo que levou Celina Leão a abandonar o governador Rollemberg

Governador Rollemberg opta por petistas e dá adeus a deputada Celina Leão
Foto: facebook.

Foto: facebook.

Aliada de primeira hora do governador Rodrigo Rollemberg, a presidenta da CLDF, deputado Celina Leão, foi preterida pelo chefe do Executivo local, que fez a opção em não demitir os petistas que ainda permanecem na estrutura do GDF.

A deputada Celina Leão, foi a parlamentar mais perseguida na gestão do ex-governador Agnelo Queiroz (PT).

Foram feitos perfis falsos para atacarem adversários do ex-governador Agnelo.

Os adversários de Agnelo Queiroz atacados pelos fakes incluem à época, além da atual presidenta da Câmara Legislativa, Celina Leão (PDT), o ex-senador e atual governador do DF Rodrigo Rollemberg (PSB), os senadores Cristovam e Reguffe (PDT), e o deputado federal Fernando Francischini (SD-PR).

Celina acusou o então governador de usar recursos públicos para financiar a criação dos perfis “fakes”, com a ajuda de empresa de informática que prestava serviços ao GDF.

A deputada distrital Celina Leão elegeu-se para o posto mais alto do legislativo com o apoio de Rollemberg, mas como uma leoa ferida, Celina esperava ver seus algozes longe do governo que ajudou a eleger.

O deputado distrital Chico Vigilante (PT), quando questionado pelo site, sobre os petistas que permanecem no governo de Rollemberg foi categórico:

– “Não tem petistas no governo de Rollemberg, o barco que está afundando”.

Ao colocarmos alguns setores do governo que a deputada Celina Leão apresentou como reduto de petista, o deputado silenciou-se.

Já o deputado Rodrigo Delmasso (PTN), dispara quanto a saída de Celina: “O governo precisa respeitar essa casa e servidor. Quanto isso, como nós queremos aprovar projetos de leis que afetam diretamente o servidor, que é que faz a máquina andar no DF. Um absurdo!”

Celina leão alerta: O governo só irá mudar quando o governador tirar os PTistas que ainda estão no governo.#AvançaBrasília

O real motivo que levou Celina a abandonar Rollemberg: “A lista de Celina”. A deputada vinha colhendo nomes dos petistas permanecentes no executivo e apresentou a lista como nomes e cargos ocupados por petistas para o governador Rollemberg, que se opôs em fazer as trocas por aliados de primeira hora.

“O governo precisa mudar muita coisa, a começar por tirar os PTistas do governo. Existem vários deles na base, em varias áreas e eu acho que isso precisa ser revisto. O governador Rollemberg tem que tomar uma atitude rapidamente, a população escolheu um novo projeto e não quer a continuidade do projeto anterior”, declarou Celina em seu perfil no facebook.

Coro dos seguidores no facebook de Celina sobre o rompimento com Rollemberg:

Edmilson Cardoso:  Também concordo. Se quiséssemos petista e suas ideologia no governo teríamos votado no Agnelo.

Celio Judson: Eu como membro fundador do PDT NACIONAL , apoio , endosso , a sua decisão de deixar a base do Governo do PSB e dar independência de legislar a esta Casa, que há muito carecia de ter a sua participação popular na defesa dos interesses da população e não de grupo de políticos fisiológicos. Temos um projeto em pauta. Por enquanto Rodrigo Rollemberg é uma decepção. Quem diria , que eu escreveria isto , pois havia a esperança do resgate do DF , por este Governo. Parabéns, a minha admiração e respeito a você aumentou ainda mais. Valeu, correr o DF , em busca de votos para você, nas eleições passadas de 2014. Conte comigo dentro de nosso partido o PDT. Que Carlos Lupi, siga também o seu exemplo junto ao atual Governo Federal.

Vantuil Da Vila Dvo Gama: demorou a cidade está parada nada se faz. quanto ao PT está certo perdeu as eleições tem que sair fora. O Governador está deixando mandar no governo dele os administradores mesmo kd o projeto a cidade está suja e cheia de buraco agora estão vindo com a Roda de Conversa. Isto é o que menos queremos agora,  precisamos é de trabalho e rápido o povo não aguenta mais um governo inerte fica difícil.

Nilmar Sampaio Amaro Amaro: Espero que a senhora não esteja fazendo isso para mais uma vez enganar o seus eleitores, já estamos cansados de tantas mentiras.

Cristovam Buarque (PDT-DF), ao Correioweb: Acho um equívoco romper agora, com 120 dias de governo. Mas depende dos interesses dela. Eu achei uma descortesia não só comigo, como também com o Reguffe e com o (Georges) Michel. O partido não foi consultado. Não estou contente com o governo, mas não vejo razão para declarar o rompimento. Foi Rollemberg quem quis Celina na presidência. Não foi escolha do PDT. O partido queria o Joe (Valle). O Rodrigo impôs o nome da Celina. Tinha problemas com o Joe por causa de questões da época que ele era do PSB.

Leave a Comment