Máfia das UTIs pagas mesmo com leitos vazios em hospital do DF

Por: Ivan Rodrigues

O contrato emergencial mantido entre a SES-DF e a empresa Intensicare prevê o pagamento à empresa que administra os leitos de UTIs do hospital de Santa Maria mesmo com os leitos desocupados como os mais de 35 (vídeo 15/12). Uma vergonha que já denunciamos ao MP e TCDF. Veja aqui.

Comentários

  • Jânio disse:

    Nossa!!!!!!
    Valeu mesmo pela resposta!!
    Fiquei em 1522 para Enfermeiro no atual concurso.
    Estou muito confiante em minha convocação e de muitos colegas também.
    Um grande abraço e que o governo Rollemberg, com sua participação Ivan, seja um enorme avanço para a saúde do DF.
    Obrigado.
    Conte comigo.

    1. Trabalhei e muito pela mudança na política de Brasília. Vou fiscalizar o governo do PSB-DF (2015 a 2018) com mesmo afinco! Abraço.

      1. JANIO LEANDRO DA SILVA _ disse:

        E o que vc acha dessa conversa de privatização da Atenção Básica, Ivan?

        1. São apenas especulações.

  • JANIO LEANDRO DA SILVA _ disse:

    Ivan, qual o atual déficit de Enfermeiros e Técnicos de Enfermagem na SES/DF? Obrigado.

    1. Pergunta difícil de responder. Deve-se levar em consideração cada setor e suas especificidades. O melhor instrumento que dispomos hoje para um clareamento da situação chama-se: Dimensionamento do quadro de Pessoal. A SES-DF possui cerca de 35.000 mil servidores, levando em consideração que a taxa de aposentadoria é de 420 servidores em média por ano, segundo o Relatório de Gestão Circunstanciado 2014; e o número de contratos temporários (2014) foi de 1.370 servidores; e o cadastros de pensões por morte/ano 2014 foi de 85 processos autuado; e o número de horas-extra dobrarão de 2013 a 2014, mesmo chamando mais servidores efetivos….Ufa, vou arriscar! Déficit de Enfermeiros: 2.900; Técnico de Enfermagem: 6.000.