Saúde-DF abre 231 vagas com salário até R$ 17.600

Por: Ivan Rodrigues

Contrariando a recomendação nº 06/2013 do MPDFT, a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF), abriu um novo processo seletivo simplificado para preenchimento de 231 oportunidades de nível médio e superior.

Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF)

Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF)

MP 3

Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF)

Conforme o edital divulgado no Diário Oficial desta quarta-feira (7/5), os salários variam de R$ 1.728,25 a R$ 17.600, dependendo do cargo e do regime de horas de trabalho, que varia de 20 a 40 horas.

De acordo com o edital, a seleção dos novos profissionais contratados será temporária, por um período de um ano, podendo ser prorrogado pelo mesmo tempo.

 

O MPDFT já se pronunciou contrário a qualquer processo de contratação temporária, mas a SES-DF fez novamente vista grossa e ignorou o órgão.

 

Do total de chances, 110 são para técnico em enfermagem, 44 para médicos clínicos, 36 para enfermeiros, 22 para pediatras, 14 para motoristas e cinco para farmacêutico-bioquímico laboratório.

As inscrições serão feitas pessoalmente mediante entrega de currículos. Muitos preteridos de processos anteriores afirmaram que essas seleções já são cartas marcadas. A técnica de enfermagem Eunice Anselmo, com 10 anos de experiência, afirmou que no último processo simplificado promovido pela SES-DF entregou sua documentação que se quer foi analisada, segundo relata.

 

“Minha amiga com menos tempo de experiência que eu, mas com um pistolão politico – deputado distrital Chico Vigilante PT – foi chamada com apenas 05 anos de experiência” afirma Eunice Anselmo.

A entrega dos curriculum tem um dia específico para profissional. Médicos têm os dias 13, 14 e 15 de maio; 13 de maio é a vez de farmacêuticos e motoristas; 14 de enfermeiros; e 15 de maio de técnicos de enfermeiros. Além da avaliação dos currículos, haverá comprovação de títulos.

Acompanhe o andamento do concurso da SES-DF clicando aqui

Comentários

  • Ana disse:

    A nossa categoria só tem palhaço…. isso mesmo que somos… este governador está nos fazendo de idiota com esses contratos temporários, querem enganar a quem? todos nós sabemos que isso é pura politicagem é ano eleitoral minha gente.. temos que mostrar pra esse governo quem é o palhaço.. não podemos mais admitir essa situação. Só falam que não tem profissionais, e ficam fazendo essa brincadeirinha com a categoria… a justiça não enxergar isso?

    1. Gostaria que lessem esse post: – Gestão médica na saúde, um modelo médico centrado falido – em nosso site. Uma análise feita para reflexão das categorias do SUS.