#18horas corridas nos hospitais

Por: Ivan Rodrigues

emdefesadasaude.com.br

FOTO: SITE EM DEFESA DA SAÚDE

O secretário de Saúde, Rafael Barbosa, após tomar conhecimento da abertura, pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios de processo contra sua pessoa, em razão de nossa REPRESENTAÇÃO junto ao MPDFT, por gestão imparcial ao favorecer apenas sua categoria, os médicos, com a exclusividade em fazer 18 horas corridas, recua e na falsa atitude de bom samaritano afirmou para alguns segmentos que todos os servidores da saúde serão tratados com isonomia no que diz respeito ao direito à jornada de 18 horas corridas nos hospitais.

Na reunião do dia 02/04, com alguns segmentos presentes deu sua palavra de que vai corrigir essa injustiça.

Só agora, na qualidade de candidato, percebeu que muitas de suas atitudes como gestor configuram “injustiça”! Ou a força da justiça falou mais alto? Como ser pensante fico com a segunda alternativa.

Comentários