MPDFT afirma que jornada laboral de 18 horas não traz benefícios aos usuários

Por: Ivan Rodrigues

Portaria 228/SES-DF eleitoreira

Ontem, em audiência no Ministério Público, com a promotora Marisa Izar, após fazer avaliação do requerimento externo de minha autoria, que versa sobre o questionamento de exclusividade da categoria médica em praticar 18h ininterruptas de jornada de trabalho.

O entendimento do MPDFT é que nenhuma categoria da saúde deverá fazer tal jornada laboral. A base para essa decisão está naPORTARIA Nº 145, DE 11 DE AGOSTO DE 2011-SES/DF. (§ 1º Fica proibida adoção de regime de trabalho que implique em jornada ininterrupta superior a 12 (doze) horas de trabalho, nos termos das Decisões nº 210/2007 e 1231/2010-TCDF), segundo o órgão.

Observa-se, contrariedade na decisão da SES/DF – em autorizar apenas os médicos com tal portaria . Fica claro, o objetivo eleitoreiro por parte do gestor da pasta. Erramos ao acreditar que um médico abraçaria politicamente uma categoria profissional que não fosse a sua. Para eles só existem duas categorias na saúde, a médica e o resto.
Benefícios concedidos aos médicos na gestão do Governador Agnelo Queiroz, também médico:

  • reajuste de 66%;
  • ascensão funcional reduzido de 25 para 18 e salários;
  • cálculo do benefício de aposentadoria passou a ser feito pela média das maiores remunerações;
  • regulamentada a jornada de plantão de 18 horas para médicos;
Trabalhando contra nós mesmos sempre sairemos derrotados. Seu voto contra esse sistema médico centrado que vai desde governador a secretários de Estado fará toda a diferença na gestão, no tratamento profissional igualitário, nos benefícios e na melhoria da nossa saúde.

A promotora Izar, afirmou que notificará a Secretaria de Saúde, na próxima semana, para que justifique tal portaria e adote medidas em benefícios dos usuários e não de categorias.

Comentários

  • Anonymous disse:

    Enfermeiro Sonaldo Marcos SAMU-DF.
    Ivan, é certo meu apoio e de meus familiares a você. As críticas são bem vindas, ninguém atira pedra em árvore que não dá fruto.

  • Anonymous disse:

    Wellington Jr. SAMU-DF e H.Brasília.
    Caro enfermeiro Ivan Rodrigues, vejo você como o mais preparado para nos representar, pode contar comigo e minha amada família.

  • Anonymous disse:

    Edivaldo Paiva Ferreira

    Esta é a ora da virada e conte com migo nada vem de graça tudo tem um preço, se vamos lutar não podemos desanimar , é com fé em Deus o nosso protetor com ele nada pode. vamos em frete porque a luta só esta começando . Abraço Edivaldo.

  • Anonymous disse:

    Concordo, tem o meu apoio!
    Precisamos questionar mais o tratamento desigual que recebemos, inclusive salarial!

    Enf. Andréa Guimarães