OPINIÃO | Sindicato dos Médicos do Distrito Federal quer retomar a gestão da SES-DF a fórceps

REDAÇÃO – S&DS

Brasília – 11 de Outubro de 2020

Gutemberg Fialho 
presidente da Federação Nacional dos Médicos
e do Sindicato dos Médicos do DF em campanha com Rollemberg (PSB)
Gutemberg Fialho
presidente da Federação Nacional dos Médicos
e do Sindicato dos Médicos do DF em campanha com Rollemberg (PSB)

O único objeto a ser alcançado pelo Sindicato dos Médicos do Distrito Federal (SindMédico), ocorrido no governo do socialista Rodrigo Rollemberg (PSB) e no atual de Ibaneis Rocha (MDB), é a retomada da Secretaria de Estado de Saúde (SES-DF) para o comando da visão médico centrada.

O SindMédico parece sofrer de amnésia, elegeu o médico Agnelo Queiroz do Partido dos Trabalhares (PT) a governador do DF, o qual foi preso na operação que apurava fraudes no Mané Garrincha, também foi alvo de operação realizada para investigar fraudes na Secretaria de Saúde, juntamente com seus ex-secretários de Saúde, os médicos Rafael Barbosa e Elias Miziara, estes últimos chegaram a ser presos.

Gutemberg Fialho
presidente da Federação Nacional dos Médicos
e do Sindicato dos Médicos do DF com Agnelo Queiroz (PT)
Gutemberg Fialho
presidente da Federação Nacional dos Médicos
e do Sindicato dos Médicos do DF com Agnelo Queiroz (PT)

O Sindicato dos Médicos apoiou a eleição do socialista Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), de olho em uma cadeira na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), e posterior indicação do nome do secretario de Saúde. Mais uma vez o sonho não se concretizou!

Gutemberg Fialho
presidente da Federação Nacional dos Médicos
e do Sindicato dos Médicos do DF em campanha com Ibaneis Rocha (MDB). SindSaúde
Gutemberg Fialho
presidente da Federação Nacional dos Médicos
e do Sindicato dos Médicos do DF em campanha com Ibaneis Rocha (MDB)

Na eleição do mdbista, Ibaneis Rocha, atual governador do DF, nova investida com apoio do SindMédico, com vistas ao comando da SES-DF.

Algo que não se sustenta mais no atual cenário de gestão com servidores administradores, bem como efetivos gestores públicos na pasta.

Ibaneis Rocha, sabiamente, não aceitou a politização da secretaria para instrumento dos médicos. Em razão de sua postura, vem sofrendo ataques diuturnamente, assim como seus antecessores, do SindMédico, que apresenta posturas oportunistas, sem levar ao cerne da questão a vida em primeiro lugar.

Leave a Comment