DF tem 13,5 mil na fila por tomografia e ressonância, diz Defensoria Pública

Por: Ivan Rodrigues

Dados da Defensoria Pública do Distrito Federal apontam que mais de 10 mil pessoas aguardam na fila para fazer ressonância magnética pela rede pública de saúde. O exame custa entre R$ 600 e R$ 800. No caso de tomografias, há cerca de 3,5 mil pacientes à espera do exame. O levantamento é da semana passada.

De acordo com o defensor público Ramiro Santana, o problema de fato só acontece nos casos eletivos – quando o paciente não está internado nem corre risco de morrer. Ele disse que o órgão vem tentando resolver administrativamente o problema junto à secretaria, embora nos últimos três meses tenham sido ajuizadas 21 ações.

Parece pouco, mas uma delas foi a favor de dez mulheres. Tinha tanto gente esperando há cinco meses quanto há um ano e meio pelo exame”, disse. “A secretaria tem planejamento para ampliar significativamente o número de máquinas e equipe, mas o problema existe há mais de ano e já deveria ter sido enfrentado. Fora que a gente precisa de uma solução em curto prazo, para quem está doente e precisa de diagnóstico agora. Sem o diagnóstico, tudo trava.”
Fonte G1.com.br

Comentários