‘Pede pra sair!’ Soldado da Polícia Militar que protagonizou beijo gay em formatura sai da corporação – ‘Faca na caveira?’ ‘Nunca será!’

Por: Ivan Rodrigues

O ex-soldado da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Henrique Harrison Costa, altamente criticado e rechaçado por policiais – RAIZ – após publicar foto beijando o companheiro durante sua formatura, em 2020, pediu licenciamento da corporação.

Ele afirmou ter sofrido discriminação e isolamento por causa de sua orientação sexual.

Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), de quarta-feira (2), o pedido de desligamento.

Henrique em entrevista alertou dizendo que estava saindo “da corporação que ama”, mas que “a luta não acaba aí”.

Informações levantada pelo portal S&DS dão conta que o mesmo concorrerá a um cargo eletivo nas eleições de 2022.

Em nota, a PMDF informou que as investigações que envolviam o soldado “perderam qualquer vínculo disciplinar, pois o mesmo não faz mais parte da corporação”. Em relação às ofensas que Henrique diz ter sofrido, no ambiente de trabalho, a PM informou que “não comenta sobre decisões que ocorrem fora da esfera da administração militar, decisões essas que ocorreram na Justiça Civil”.

Comentários