Funcionária da CBF que denunciou Rogério Caboclo deixa redes sociais

Por: Redação

Ao pesquisar pelo nome em (seguidores) informado por outra funcionária, o mesmo havia deixado as redes sociais

O Fantástico mostrou no domingo (6), trechos de um dos áudios que a funcionária da CBF denúncia Rogério Caboclo, presidente da entidade, por assédio moral e sexual. O diálogo ocorreu em 16 de março deste ano, na sala do então presidente, agora afastado. Constrangida com o assédio, a secretária foi orientada a gravar toda a conversa.

“Eu conheço minha mulher há 26 anos. Já apaixonei, pirei por amor. Eu tinha te jurado que eu não ia falar sobre assuntos particulares”, diz Rogério Caboclo.

“Senão parece que eu tô louco. Aí eu começo a falar um monte de besteira. Posso te fazer uma pergunta?”, diz Rogério.

A pergunta é sobre um outro funcionário da CBF: “você consegue resistir todo dia dando em cima de você?”. Ela responde explicando que o funcionário divide apartamento com ela, mas que são amigos e que não há qualquer outra relação entre eles, além de amizade.

“Eu não acredito. Tá bom. Segunda pergunta. Posso? Ah eu não sei como perguntar. Posso fazer?”, questiona Caboclo. Ela então corta a conversa e diz que acha melhor ele não perguntar mais nada, porque está ficando sem graça. Mas Rogério Caboclo abaixa a voz e pergunta: ‘você se masturba?’. O diálogo é encerrado por ela neste momento, ela sai da sala.

Ao pesquisar pelo nome informado por outra funcionária da CBF, o mesmo já havia deixado as redes sociais.

Comentários