Tem filhos e está em um novo relacionamento? Cuidado!

Por: Redação

Dr. Jairinho e mãe de Henry Borel

O menino Henry Borel, de 4 anos, foi assassinado no dia 8 de março

A Polícia Civil do RJ prendeu nesta quinta-feira (8/4/21), dentro das investigações da morte do menino Henry Borel, o vereador carioca Dr. Jairinho (Solidariedade), padrasto da criança, e Monique Medeiros, mãe do garoto.

Dr. Jairinho já vinha agredindo o menino com chutes, rasteiras e golpes na cabeça, segundo testemunhas. A polícia disse que Monique sabia dos fatos pelo menos desde fevereiro deste ano.

Caso Bernardo Boldrini

Bernardo Boldrini foi morto quanto tinha 11 anos em 2014

Graciele Ugulini, madrasta de Bernardo Boldrini, foi condenada a 34 anos e sete meses de reclusão em regime fechado, por homicídio quadruplamente qualificado e ocultação de cadáver do menino. Leandro Boldrini, pai da criança, foi condenado a 33 anos e oito meses de prisão por homicídio doloso quadruplamente qualificado, ocultação de cadáver e falsidade ideológica.

Boldrini foi encontrado morto 10 dias depois de seu desaparecimento, em uma cova vertical às margens de um riacho, em Frederico Westphalen. O laudo cadavérico comprovou a presença do medicamento (Midazolam) no estômago, rim e fígado do menino. A superdosagem do sedativo teria sido a causa da morte da criança.

Madrasta de Isabela Nardoni

Isabella foi assassinada pelo pai e a madrasta em 2008

Em março de 2008, a menina Isabella Nardoni de 5 anos foi assassinada sendo jogada pela janela do quarto dela, do sexto andar de um prédio. O júri entendeu que os autores do crime foram o pai, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá, condenados a 30 e 26 anos de cadeia, respectivamente.

A madrasta Anna Carolina Jatobá, foi condenada pela morte da enteada Isabella Nardoni, de 5 anos, está presa na penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier em Tremembé (SP). O pai Alexandre Nardoni condenado também em 2008 pela morte da filha está preso na P2 de Tremembé.

Casos: Maria Liz, Aurora, Ayla, Ana, Luna, Louise, Melina…Ravi, José, Matteo, Otto, Josué, Oliver, Theodoro, Levi, Gael…cuidado para não ser o seu!

Por S&DS

Comentários

  • Codinome feliz disse:

    Cara, minha ex-mulher, que Deus a conserve bem longe de mim, achava que eu era otário com suas conversas de estar atrasada para chegar em casa. Estava dando pra outro com a cara mais descarada do mundo. Foi morar com ele, não ficou nem um ano, depois veio me pedir para voltar. NÃO! A guarda das crianças é minha. Daniel Nunes nada como o arrependimento, somos dois felizes.

  • Daniel Nunes disse:

    Muito triste! Parabéns ao site pela matéria com um alerta a nós pais e mães separados. Recentemente, minha ex-mulher me traiu e se juntou a um homem mais novo de seu local de trabalho. Ao pegar nossos filhos para passar o final de semana, seu novo homem começou a maltratar os meninos. Alertei-a que não era certo ela como mãe deixar isso acontecer. Ele maltratou novamente nossos filhos, pensei em dar um tiro nele, mas resolvi levar o caso para a justiça. Hoje, se quer ver nossos filhos, ela tem que vir vê-los em minha presença. “Seja feliz com seu novo rapaz”.