Wilson Witzel – No Brasil, o pior vírus não é o Coronavírus causador da COVID-19, mais sim, o vírus da corrupção na saúde pública

26 de Maio de 2020

Operação Placebo, autorizada pelo STJ, no dia de hoje, busca provas em 12 endereços, sobre suspeitas de desvios na Saúde do RJ nas ações da pandemia do novo coronavírus.

O governador Witzel negou participar de qualquer esquema.

Resumo:

Witzel e sua mulher, Helena, são alvos de mandados de busca e apreensão autorizados pelo ministro Benedito Gonçalves, do STJ;

Organização social Iabas foi contratada de forma emergencial pelo governo do RJ para construir e administrar sete hospitais de campanha. Há suspeita de fraude nesse contrato, que é de R$ 770 milhões.

Governador negou participar de esquemas e ainda atacou Bolsonaro;

Outra operação da PF há duas semanas prendeu cinco pessoas, entre elas o empresário Mário Peixoto, que tem contratos de R$ 129 milhões com o governo do RJ;

Após essa operação, a Lava Jato no Rio enviou citações a Witzel para a Procuradoria-Geral da República;

Crimes investigados: peculato, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. STJ autorizou depoimentos e, portanto, Witzel pode ser ouvido.

Com informação do G1

Leave a Comment