PDT ameaça expulsar a deputada Tabata Amaral, mas, mantém o senador Acir Gurgacz em sua agremiação

10 de Julho de 2019

O PDT vive uma crise de identidade financeira, associado a esquizofrenia de seu eterno presidente Carlos Lupi.

Lupi ameaçou expulsar Tabata Amaral, deputada por São Paulo, se ela votar a favor da reforma da Previdência.

A deputada é favorável à reforma e lidera um grupo dentro do partido que também promete acompanhá-la na votação.

Do outro lado da falta de ética e moral de Lupi e demais dirigentes da sigla, temos a manutenção do condenado pelo STF, senador Acir Gurgacz, preso em regime semiaberto, que permanece em seu quadro partidário. A manutenção de
Gurgacz seria por sua expressiva conta bancária como dono da empresa de viação Eucatur?

Leave a Comment