Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual para idosos da rede pública de saúde

Atividade melhora a qualidade de vida dos pacientes 

23 de Junho de 2019

Todas as segundas, quartas e sextas-feiras, o Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual (CER) de Taguatinga ganha um clima diferente, com bastante alegria. O espaço, que possui uma piscina, recebe 320 idosos, a maioria encaminhada por médicos da rede pública, para as aulas de hidroginástica. O serviço, gratuito, existe há 17 anos e a maioria dos participantes é assídua.

Uma das primeiras a fazer uso do espaço, Tereza Lima do Nascimento, 73 anos, se lembra da água fria da época em que a piscina foi instalada. “Eu cheguei aqui e quase não caminhava, mas eu não desisti porque me fazia bem. Isso já tem 17 anos e eu continuo caminhando. Não aceito andar de bengala, ainda que eu tenha dificuldade”, relata.

Terezinha, como todos a conhecem, também é uma das fundadoras da Associação Amigos da Água, formada pelos participantes das aulas e que, como sociedade civil organizada, busca realizar melhorias na área em que fazem uso.

O encontro constante transformou a turma de alunos em um grande grupo de amigos e as atividades extrapolaram as bordas da piscina, rendendo muitas comemorações. Festeira, Maria Nazaré Bonfim Costa, 63 anos, afirma gostar de tudo. “É uma turma muito animada. Nós fazemos os nossos festejos. E também me sinto muito bem depois de fazer os exercícios. Até consigo dormir melhor”, conta a idosa, que, há seis anos, pratica hidroginástica.

ALCANCE – Entusiasta do trabalho realizado pelo CER, a superintendente da Região de Saúde Sudoeste, Lucilene Florêncio, destaca que o Centro Especializado em Reabilitação Física e Intelectual é o único no Distrito Federal que faz reabilitação física e cognitiva pela rede pública de saúde. “Ter uma piscina para hidroginástica complementa ainda mais o atendimento à população. Precisamos pensar a saúde também como bem-estar e qualidade de vida para quem precisa conviver com certas doenças”, acrescenta a gestora.

Os frequentadores da piscina, como dona Maria Aparecida dos Santos, chegaram ao local por recomendação médica, para se recuperar de alguma doença ou prevenir problemas de saúde.

“Foi uma indicação do ortopedista do Hospital Regional de Taguatinga, devido a dores que eu tinha na mão e que iriam resultar numa artrite. Ele recomendou a hidroginástica e eu disse: não sei nadar. No entanto, estou no programa há mais de dez anos. Não aprendi a nadar, mas também não desisto. Esse espaço representa saúde para todos nós”, destaca a paciente.

SERVIÇO – Para participar das aulas, os interessados ou as pessoas que tiverem indicação médica devem procurar as professoras nos horários das aulas, realizadas três dias da semana (segundas, quartas e sextas-feiras). A primeira aula do dia começa às 7h30 e a última é realizada às 18h30, com duração de 50 minutos cada aula.

O CER é um programa do Ministério da Saúde que integra o Plano Viver Sem Limites e a Rede de Cuidados da Pessoa com Deficiência. Desde 2013, funcionava na Unidade I da Policlínica de Taguatinga.

Mas, em dezembro de 2017, a atividade foi transferida para um local maior, o espaço da antiga Unidade Básica de Saúde 4, na Área Especial 23, no Setor QNC de Taguatinga, próximo ao Hospital Regional de Taguatinga.

Fotos: Breno Esaki/Saúde-DF​
Assessoria de ComunicaçãoSecretaria de Saúde

Leave a Comment