PT ataca: “Rollemberg precisa é começar a governar o DF”

Por: Ivan Rodrigues

Os petistas que estão no governo do PSB são de responsabilidade e cota pessoal do governador, já deveriam ter se filiado ao partido de Rollemberg. Não indicamos e nem solicitamos nada a esse moço que se acha governador”, dispara o deputado Vale do PT.

Se tem petista lá eu não sei”, ironiza o deputado Chico Vigilante do PT-DF. 

Estão na mira da apuração determinada por Rollemberg, os petistas Agnelo Queiroz [ex-governador do DF], Geraldo Magela [ex-secretário de Habitação do DF] e o ex-presidente da Terracap Abdon Henrique Araújo.

O ex-governador José Roberto Arruda (PR-DF), o ex-vice-governador da chapa de Agnelo, Tadeu Filippelli (PMDB), e o ex-secretário de Obras Márcio Machado. 

Confira a íntegra da nota do PT:

O governador Rodrigo Rollemberg utilizou a imprensa, como é seu costume, para dizer que determinou apurações sobre delação premiada do diretor da Odebrecht envolvendo integrantes do Partido dos Trabalhadores. Diante dessa afirmação despropositada, o Partido dos Trabalhadores tem a declarar que:

1. O PT do Distrito Federal é o maior interessado no esclarecimento das denúncias e na aplicação das sanções previstas em lei a quem quer que tenha cometido ilícitos, ao contrário do governador Rollemberg, que não quer apurar nada, mas apenas utilizar a onda de denúncias sem comprovação contra o PT, para se esconder sua incompetência;

2. O governador Rollemberg julga ser ele o único portador da ética e da honestidade. No entanto, foi dele a iniciativa de montar a notória operação política que enterrou a CPI da Saúde na Câmara Legislativa do DF, cujo relatório paralelo apresentou graves denúncias de corrupção contra membros do seu próprio governo;

3. O fato é que Rollemberg encontra-se aprisionado em índices medíocres de aprovação por parte da sociedade e não apresenta nenhuma perspectiva de melhoria. Por isso, o governador utiliza como factoide uma investigação que está sendo conduzida pela Justiça, sob responsabilidade do Ministro, Edson Fachin, para escapulir do centro das críticas que se acumulam sobre ele;

4. O que Rollemberg precisa fazer é começar a governar o DF, cuja população enfrenta graves problemas derivados da irresponsabilidade do atual governo, como a segurança pública, a saúde e a gestão hídrica, para mencionar apenas alguns;

5. Os fatos que envolvem o PT atingem também lideranças do seu partido – o PSB – mas quanto a isso Rollemberg mantém o mais completo silêncio. Aliás, o próprio governador se cala sobre o fato de ter recebido recursos da Odebrecht para a sua campanha;

6. O PT não se calará diante das críticas e manobras diversionistas de Rollemberg. Ao contrário, responderá a todas e continuará a investigar, cobrar e fazer oposição a esse governo incompetente e omisso no trato das questões que afligem a população do DF.

Comissão Executiva do PT-DF

Confira a íntegra da nota do PSB:

Impressiona a forma como a atual direção do Partido dos Trabalhadores tenta enganar a população de Brasília. Essa declaração da nova direção do Partido de que o PT é o “maior interessado no esclarecimento” das denúncias de corrupção relacionadas à Operação Lava Jato beira à desonestidade.

No governo Agnelo Queiroz, o PT patrocinou a construção do estádio Mané Garrincha, envolvido em uma série de irregularidades. Trata-se do estádio mais caro do País, sem nenhuma justificativa plausível.

No governo Agnelo Queiroz, o PT se envolveu no escândalo do Centro Administrativo. Os delatores da Lava Jato declararam que pagaram propina ao ex-governador de Brasília.

O governador Rodrigo Rollemberg é conhecido justamente pelo comportamento ético e contrário à malversação dos recursos públicos.

Comprometido com os recursos públicos, o governador Rollemberg vem saneando os cofres públicos, após uma gestão perdulária e irresponsável do PT.

Executiva PSB – DF

Bruna Cerqueira jornalista. 

Comentários