ATOS SECRETOS DA SECRETARIA DE SAÚDE QUE VOCÊ DESCONHECE


O deputado federal e atual Secretário de Saúde Augusto Carvalho defende a entrega dos serviços de saúde à empresas privadas.
Por entender que a medida levará à fragilização do SUS, com a precarização das relações de trabalho e queda na qualidade dos serviços prestados à população que nós profissionais de saúde nos posicionamos contra. “O SUS em Brasília vem enfrentado crise de má gestão e subfinanciamento. No primeiro quadrimestre de 2009, de acordo com mínimo constitucional deveriam ter sido aplicados R$ 343,1 milhões em saúde. Entretanto, o GDF aplicou R$ 132,8 milhões, ou seja, 61,50% abaixo do que determina a Constituição”, ressaltou Ivan Rodrigues”.
“Diferentemente do Secretário Augusto Carvalho e do Governador Arruda somos profissionais da saúde e por isso, defendemos a retomada do processo de reorganização e fortalecimento do sistema na busca da implantação definitiva do SUS, sendo essencial discutir amplamente o conceito de saúde. A privatização implicará na ausência do controle social, na dificuldade de implantação dos planos de cargo e salários, na perda da estabilidade para os servidores públicos” diz Evandro Soares”. Queremos discutir com o governo a construção e implantação de políticas públicas de financiamento e gerência responsável para a promoção da saúde. A secretaria gastou com serviços gráficos o montante R$ 1,38 milhão e R$ 12 milhões. Um aumento de mais de 5000%, ao comparar 2006 com 2008. Falta dinheiro para o fundamental, enquanto a gastança com serviços gráficos só aumentam. Defendemos a participação nesta discussão de todos os segmentos da saúde – Fonodiólogos, Biomédicos, Radiologistas, Enfermeiros, Dentistas, Fisioterapeutas, Biólogos, Nutricionistas, Psicólogos, Educadores Sanitários, Técnicos em Serviço de Saúde, Farmacêuticos, Assistentes Sociais…….. e o mais importante dentro do sistema o usuário.
(Fontes dos valores apresentados Sistema Integrado de Gestão Governamental)

Evandro Soares e Ivan Rodrigues

Leave a Comment