EX SECRETÁRIO DE SAÚDE, ARNALDO BERNADINHO, TERÁ QUE RESTITUIR MAIS DE R$ 4 MILHÕES AOS COFRES


Foi autorizada a expedição de acórdão formalizando o débito imputado ao ex secretário de Saúde do Distrito Federal, no valor atualizado, em maio/2009, de R$ 4.246.148,72 (quatro milhões, duzentos e quarenta e seis mil, cento e quarenta e oito reais e setenta e dois centavos).

O Tribunal de Contas do Distrito Federal, por unanimidade, de acordo com a proposta do Relator decidiu julgar irregulares as contas de ex secretário de Saúde do Distrito Federal. A Decisão teve origem em denúncia apresentada pelo Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Brasília, sobre possíveis irregularidades ocorridas no empréstimo do Banco de Brasília S.A. para a construção do Hospital Geral Nossa Senhora Aparecida, em Samambaia DF.

Na Decisão 4.043/09, foi autorizada a expedição de acórdão formalizando o débito imputado ao ex secretário de Saúde do Distrito Federal, no valor atualizado, em maio/2009, de R$ 4.246.148,72 (quatro milhões, duzentos e quarenta e seis mil, cento e quarenta e oito reais e setenta e dois centavos).

O TCDF decidiu aprovar, expedir e publicar o acórdão apresentado pelo Relator e determinou a devolução dos autos à 2ª Inspetoria de Controle externo para acompanhamento da cobrança.

Leave a Comment