PRIVATIZAÇÃO DA SAÚDE, INTERESSA A QUEM?

No Art. 199, incisos 1º – As instituições privadas poderão participar de forma complementar do sistema único de saúde, segundo diretrizes deste, mediante contrato de direito público ou convênio, tendo preferência as entidades filantrópicas e as sem fins lucrativos. 2º – É vedada a destinação de recursos públicos para auxílios ou subvenções às instituições privadas com fins lucrativos. 3º – É vedada a participação direta ou indireta de empresas ou capitais estrangeiros na assistência à saúde no País, salvo nos casos previstos em lei. Não defendemos a privatização da saúde pública por uma questão de princípios. O Governador José Roberto Arruda, deveria sim, reforçar o SUS que temos, para que se torne no SUS que queremos. A REAL SOCIEDADE ESPANHOLA DE BENEFICÊNCIA, grupo escolhido sem licitação, vai comandar o Hospital de Santa Maria e receberá o montante de R$ 222.000.000,00 (Duzentos e Vinte e Dois Milhões anuais). A privatização dos serviços de saúde em Brasília não começa agora. Ela já vem ocorrendo e beneficiando os grandes empresários do setor. Vejam os dados de 2008: – Foram gastos R$16.000.000,00 (Dezesseis Milhões) com clínicas particulares de Hemodiálise, dentre as quais se destacam o Instituto de Doenças Renais – IDR e IDRC, localizados em várias cidades do DF, como por exemplo a empresa NEFRON situada ao lado do Hospital do Gama, a empresa Sociedade de Clínica Médica – SOCLIMED, localizada na 915 sul no edifício Pacine. O levantamento constatou que todas as empresas são de propriedade de servidores públicos da Secretária de Saúde do DF. Gastos com Hospitais em UTI foram gastos mais de R$ 71.000.000,00 (Setenta e Um Milhões de reais). Com orçamento de R$ 1 Um Bilhão 558 Milhões de reais aos quais não estão totalizados o repasse do Fundo Constitucional fica a pergunta, Senhor Governador. A privatização da saúde interessa a quem? Aos financiadores de campanhas eleitoreiras, ou à população que não consegue atendimento de qualidade? Isso quando consegue ser atendida.

Leave a Comment