População apoia Rollemberg corta ponto de servidores do Detran: “Greve é inadmissível”

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) mandou cortar o ponto dos servidores grevistas do Departamento de Trânsito do DF (Detran). O anúncio foi feito nesta sexta-feira (20/4). A paralisação é “inadmissível”. “Nós já tivemos a oportunidade de dialogar com o sindicato e a nossa determinação é de promover o corte do ponto dos servidores que não estiverem trabalhando”, ressaltou.

 

Após o anúncio de corte de ponto, com uma greve de 39 dias com os braços cruzados, os servidores do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) decidiram em assembleia, na manhã desta sexta-feira (20/4), encerrar a greve iniciada no dia 13 de março. A categoria retorna ao trabalho na segunda (23), restabelecendo todos os serviços suspensos.

 

Terceirização do Detran já! Ganham salários estratosféricos, prestam um péssimo serviço e abusam de suas autoridades. Edinaldo Santana 

 

A categoria reivindica o pagamento da terceira parcela do reajuste salarial, aumento no valor do tíquete-alimentação, regulamentação da jornada de trabalho para (30 horas semanais), alteração de nomenclatura da carreira, adequação de cargos e isonomia da gratificação de titulação em relação às demais carreiras do Governo do Distrito Federal (GDF).

 

Acabou a greve? que nada! a greve continua dentro das viaturas com Ar condicionado ligado, óculos escuros e Whatsapp. Parabéns governador!     

 

Segundo o Supremo Tribunal Federal (STF), “o exercício do direito de greve, sob qualquer forma ou modalidade, é vedado aos policiais civis e a todos os agentes públicos que atuem diretamente na área de segurança pública”.

 

 

                               Ivan Rodrigues

Leave a Comment