Controle social em defesa do Instituto de Saúde Mental (ISM)

Na segunda-feira 19/03/18, os Conselhos Regionais de Saúde do Riacho Fundo I e II estiveram presentes em audiência da Secretaria de Saúde do DF, com a participação do Secretário de Saúde do DF Humberto Lucena,  Drª Giselle Silva (Diretoria de Saúde Mental), Drº Jairo Bisol (PROSUS – MPDFT), Drª Moema Campos (Superintendente da Região Centro Sul), Drª Danielle Soares Cavalcante (Assessoria de Gestão Participativa e Relações Institucionais) Srª Erika Kokai (Deputada Federal), Srº Marcos L. Souza (Assessor do Dep. Wasny de Roure), para debater o melhor encaminhamento da discussão sobre o Instituto de Saúde Mental (ISM).

Na ocasião foi apresentado aos membros um Plano de Trabalho para a Rede de Atenção Psicossocial do Distrito Federal-RAPS/DF, bem como, o Plano Distrital de Saúde, Resolução 457/2016, onde consta um eixo específico da saúde mental, visando consolidar e ampliar a rede de atenção à saúde mental, no intuito de incluir transtorno mental, autismo, álcool e outras drogas.

O Conselho Regional de Saúde do Riacho Fundo I, representado pelo Srº Washington Memoria, levou ao conhecimento do secretário algumas reivindicações, tais como, o acesso dos usuários ao transporte público, pois o mesmo se encontra deficitário, contando com apenas 3 viagens ao dia, ou seja, às 08:00, 12:00 e 17:00 horas, tendo o usuário que percorrer longas distâncias à pé para chegar ao (ISM), de mesma forma para deixá-lo. 

Na ocasião, o Conselho ainda cobrou do secretário uma posição oficial sobre os boatos de fechamento e terceirização do ISM.

O gestor da pasta reafirmou a todos os presentes, que não haverá o fechamento do (ISM), nem mesmo sua terceirização.

O Controle Social reafirmou que continuará atento à incansável luta por uma saúde mental digna para todos os usuários que a demandarem.

 

Por Washington G. memoria- Gestor Público

Leave a Comment