Toda ajuda ao governo Rollemberg será castigada

Aberta a temporada de caça às bruxas no serviço público do GDF

Grupos contrários ao governo de Rodrigo Rollemberg (PSB-DF), e a servidores do GDF que se alinharam com a política de governo da atual gestão, montam listas de servidores que foram nomeados e rezam na cartilha do chefe do executivo.

Segundo integrantes desses grupos, formados por sua maioria de sindicalistas, a lista tem por objetivo dar uma resposta aos servidores que “ajudaram o governo perseguidor de servidor público”.

Parte da lista a qual o site teve acesso.

Foi montada uma central localizada no edifício Conic, no centro de Brasília, com 04 servidores, também do GDF, que se reúnem às terças e quintas-feiras, para captar fotos (redes sociais) e nomeações no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), “afim de punir os servidores traidores do funcionalismo público distrital”, afirma Wanessa C. Andrade  coordenadora do grupo. 

Que tipo de punição?

“Nós servidores jamais esqueceremos o que esse governo fez com a nossa categoria durante estes quatro anos, nos perseguindo e censurando-nos”, afirma Andrade. 

“Temos fé que o governo vai mudar em 2018, quando isso ocorrer, os servidores ratos do Diário Oficial vão se esconder, não por muito tempo, terão a mesma medida que esse governo nos fez” diz Enio Araújo. 

Quando alguém disser que está seguindo a política de Estado em benefício da coletividade, pare um pouco e examine os seus procedimentos, suas decisões, as implicações para a coletividade  e constate se isso é verdade, ou se a tal política corresponde a tão somente a uma iniciativa individual de grupos isolados em perseguir contrários.

Ivan Rodrigues é enfermeiro e blogueiro pelo simples prazer de informar.

Leave a Comment