Substância 6-metilmercaptopurina ribosídica (6MMPr) barra zika vírus

Tecidos epitelial e neural carregam elemento que bloqueia a produção do vírus, segundo estudo da Fiocruz

Arquivo/Agência Brasil

Uma nova descoberta de cientistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) avança no combate ao zika vírus. Os pesquisadores encontraram uma susbtância capaz de bloquear a produção do vírus em células epiteliais e neurais.

A substância 6-metilmercaptopurina ribosídica (6MMPr) foi testada em laboratórios, e se mostrou eficaz em 99% dos testes realizados no Departamento de Virologia e Terapia Experimental da Fiocruz Pernambuco.

Outra vantagem é que a 6MMPr é menos tóxica para as células neurais, o que beneficia os tratamentos de infecções no sistema nervoso.

“Diante das manifestações neurológicas associadas ao zika vírus e dos defeitos congênitos provocados pelo mesmo, o desenvolvimento de antivirais seguros e efetivos é de extrema urgência e importância”, afirma o coordenador da pesquisa, Lindomar Pena.

A investigação da substância começou há um ano, financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pela Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe). O próximo passo da pesquisa é uma avaliação in vivo, ou seja, feita em um organismo vivo.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil

Leave a Comment