Instituto vai operar bebês sequelados por zika

Síndrome congênita pode provocar problemas ortopédicos graves nos pés, pernas, quadris e mãos

Pais de bebês com Síndrome Congênita Associada à infecção pelo vírus zika podem buscar tratamento cirúrgico no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into), unidade do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro (Tel.: (021) 2134-5000). Vinculada ao Sistema Único de Saúde (SUS), a unidade começou a operar as crianças que nasceram com problemas ortopédicos graves nos pés, pernas, quadris e mãos.

“É importante notar que a síndrome congênita do vírus zika é algo novo para todos. Estudamos caso a caso e o que fazer de melhor pelos bebês. São crianças que têm normalmente contraturas acentuadas dos músculos, que nem sempre nascem e aparentam de início esses problemas. As articulações podem sair do lugar à medida que os bebês vão crescendo e começam a fazer os primeiros movimentos para sentar, engatinhar ou caminhar”, esclareceu o chefe da ortopedia pediátrica do Into, Pedro Henrique Mendes.

O problema surgiu em 2015, quando grávidas foram infectadas pelo vírus. Uma criança já passou pela cirurgia corretiva no Into e outras seis se preparam para a operação e passam por processo especial de fisioterapia pré-cirúrgica.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Saúde

Leave a Comment