GDF terá que privatizar empresas dos setores financeiro, de energia e de saneamento

                                                              Ana Volpe/Senado Federal

Na mira da privatização estão: Companhia de Saneamento Ambiental do DF (CAESB), Companhia Energética de Brasília (CEB), Banco de Brasília (BRB), Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB), Metrô-DF, Serviço de Limpeza Urbana do DF (SLU). 

Se quiser fazer jus ao Regime de Recuperação Fiscal que suspende as dívidas com a União, por três anos, prorrogáveis por mais três, estados e o Distrito Federal terão de adotar medidas de ajuste fiscal.

Essa medida era um pedido dos governadores e, na prática, dá uma carência aos entes da federação que estão superendividados em troca de contrapartidas.

O projeto que prevê socorro a estados e ao Distrito Federal, foi aprovado, nesta quarta-feira (17), pelo Senado Federal que agora, segue para sanção do presidente da República, Michel Temer.

Medidas fiscais

Antes da suspensão, porém, deverão aprovar leis estaduais com um plano de recuperação que prevê obrigações como a privatização de empresas dos setores financeiro, de energia e de saneamento, por exemplo.  

Leave a Comment